Weby shortcut
Marca da EA  - Escola de Agronomia
LogoPAT

Histórico

Atualizado em 10/10/18 16:29.

 A Escola de Agronomia

 

A Universidade Federal de Goiás (UFG) foi criada na década de 1960, quando, então, se intensificou a discussão a respeito da criação de uma Escola Superior de Agropecuária no Estado de Goiás. Isso culminou com a transferência para a UFG do acervo de bens da Escola Agrotécnica de Goiás, por Decreto Presidencial de 24 de outubro de 1962. Dentre este acervo, estava a Fazenda Samambaia, onde hoje se localiza o Campus Samambaia da UFG, com as Escolas de Agronomia (EA) e de Veterinária e Zootecnia (EVZ).

No dia 30 de janeiro de 1963, o Conselho Universitário da UFG autorizou o funcionamento dos cursos de Agronomia e Veterinária, em caráter excepcional, e, em 14 de outubro de 1966, pela Lei nº 5.139, foi criada a Escola de Agronomia e Veterinária (EAV), tendo o seu reconhecimento ocorrido em 12 de fevereiro de 1969, pelo Decreto nº 64.101.

 

Foto EA

 

Os cursos de Agronomia e Veterinária funcionaram nesta unidade acadêmica até 29 de dezembro de 1981, quando ocorreu o desmembramento em Escola de Agronomia (EA) e Escola de Veterinária (EV), conforme Portaria nº 714, do Ministério da Educação e Cultura, e Parecer nº 655, do Conselho Federal de Educação.

 

Foto EA

 

A partir de 1999, a Escola de Agronomia passou a oferecer o curso de Engenharia de Alimentos, que foi aprovado pelo Conselho de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura (CEPEC/UFG), em 18 de setembro de 1998. A primeira turma de Engenharia de Alimentos graduou-se em 2003, com 34 profissionais. Em 2005, a EA passou a oferecer o curso de graduação em Ciências Econômicas e, a partir de 2006, os cursos de Administração e Ciências Contábeis. Estes três cursos foram ofertados no período noturno e, em 2009, deram origem à Faculdade de Ciências Econômicas, Ciências Contábeis e Administração da UFG (FACE/UFG).

Em 2009, a EA atendeu ao incentivo do Programa Reuni, do Governo Federal, e deu início ao curso de graduação em Engenharia Florestal, que também permitiu ofertar mais vagas nos cursos de Agronomia e Engenharia de Alimentos. Este projeto possibilitou a reforma de prédios antigos e a construção de novas instalações, que modernizaram os laboratórios, gabinetes de professores, instalações administrativas e salas de aulas na EA.

 

Foto EA

 

No âmbito da pós-graduação, a história da EA-UFG inicia-se com a criação do curso de Mestrado em Genética e Melhoramento de Plantas, em 1984, com início de funcionamento em 1985, o qual, em 1993, deu origem ao primeiro Doutorado da região Centro-Oeste, com o Programa de Pós-Graduação em Agronomia (PPGA), que, atualmente, conta com três importantes áreas do conhecimento: Fitossanidade, Produção Vegetal e Solo e Água. A EA conta, ainda, com mais três Programas de Pós-graduação: Genética e Melhoramento de Plantas (PGMP), Agronegócios (PPAGRO) e Ciência e Tecnologia de Alimentos (PPGCTA). Todos os quatro Programas têm os níveis de Mestrado e Doutorado e possuem elevados conceitos na Capes.

Em relação à pesquisa, várias linhas estão em desenvolvimento pelos diversos Grupos de Pesquisa dos Setores da EA: Agricultura, Horticultura, Desenvolvimento Rural, Fitossanidade, Melhoramento de Plantas, Solos, Engenharia de Biossistemas, Engenharia de Alimentos e Engenharia Florestal.

No que tange à extensão universitária, a EA oferece cursos de curta duração, orientações técnicas, promoção de palestras para a difusão de tecnologias a produtores rurais e análises laboratoriais, dentre outras atividades oferecidas conforme a demanda regional.

Assim, nestes 55 anos, desde a sua fundação, a EA tem prestado relevantes serviços à sociedade, com a formação de profissionais altamente qualificados, que alcançam importantes postos no mercado de trabalho e realizam ensino, pesquisa e extensão de reconhecida importância técnico-científica, que contribuem sobremaneira com o desenvolvimento do Agronegócio do Centro-Oeste e do Brasil.

 

Foto EA