Revista "Pesquisa Agropecuária Tropical" (PAT)

Criada em 1971, como “Anais da Escola de Agronomia e Veterinária” da Universidade Federal de Goiás (UFG), a revista "Pesquisa Agropecuária Tropical" (PAT), ao longo de sua existência, vem cumprindo papel relevante na divulgação de resultados de pesquisas científicas e tecnológicas que têm dado suporte ao desenvolvimento do setor agropecuário, sobretudo na região do Cerrado brasileiro.

Seu escopo, inicialmente amplo e cobrindo temas diversos de Agronomia e Veterinária, a partir de 1999 (ano da mudança de sua identidade para revista PAT), ganhou maior especificidade, com foco na publicação de pesquisas originais cuja temática tenha aplicação direta na agricultura tropical.

Sua periodicidade de publicação foi, inicialmente, anual (até 1994); depois, semestral (1995 a 2003), trimestral (2004 a 2006), quadrimestral (2007 a 2018) e contínua (a partir de 2019).

Nos primeiros trinta anos, a publicação foi apenas impressa; entre 2002 e meados de 2009 (v. 39, n. 2) foi veiculada nos formatos impresso e eletrônico; e, a partir daí (v. 39, n. 3), passou a ser publicada exclusivamente na forma eletrônica.

Em termos de cobertura geográfica, a revista teve origem local (departamental), tendo evoluído para o nível regional na década de 1990. A partir de 2004, já com toda a sua coleção retrospectiva “on-line” e avançando nas indexações em bases referenciais como AGRIS, CAB, FSTA, DOAJ, Scholar Google e Periódicos Capes, a revista começou a ganhar visibilidade nacional; fase que se consolidou entre 2010 e 2012, com a indexação no Scopus e SciELO, respectivamente. Em 2019, uma nova indexação foi obtida: Emerging Sources Citation Index (Web of Science). Tais indexações abriram também espaço para alguma inserção internacional. Nesse sentido, a decisão por torná-la uma publicação em idioma Inglês, desde 2015, representou passo muito importante na busca desse objetivo. 

Em sintonia com periódicos científicos bem qualificados internacionalmente, em 2019, outra importante decisão foi tomada: publicar séries temáticas relacionadas ao campo da agricultura nos trópicos, o que favorece o incremento de submissões estrangeiras e, consequentemente, a inserção internacional do periódico. Assim, em parceria com a International Network for Bamboo and Rattan (INBAR), foi inaugurada esta iniciativa, com uma seção especial de artigos sobre aspectos da biologia, cultivo e usos do bambu.

Inicialmente sediada em gabinete de professores, a revista PAT passou a ocupar o atual prédio em 2004, o qual conta com uma sala para editoração e uma sala de reunião para o Comitê Editorial.

Os seguintes Professores/Pesquisadores já desempenharam a função de Editor-chefe do periódico: Antônio Lopes da Silva (1971; 1973-1977); Manoel Passos de Castro (1972); Lincoln Fonseca Zica (1972-1973); Yvo de Carvalho (1978); Antônio Henrique Garcia (1979-1981; 1990-2000); Wilma Alves Ferrari (1982); Wilson Ferreira de Oliveira (1983-1989); Paulo César Silva (1991-1998); José Henrique Stringhini (1998); João Batista Duarte (2001-2008, 2018-2020); João Gaspar Farias (2008-2009); Alexsander Seleguini (2010-2014) e Evandro Novaes (2015-2018).

 

Editor-chefe: Luís Carlos Cunha Júnior

Editor Assistente: Gilson Pedro Borges

Telefone: (62) 3521-1552

Site: https://www.revistas.ufg.br/pat

Facebook: https://www.facebook.com/revistapesquisaagropecuariatropical/

 

Revista PAT